ProfiCiência - informação sobre profissões em ciência Conheça as carreiras científicas

O Observatório Nacional está com inscrições abertas para o Programa de Observação do Céu em agosto. Esta edição está marcada para o dia 8.

No programa, inteiramente gratuito, é utilizado um telescópio refletor robótico. As observações são feitas no campus do Observatório Nacional, Rio de Janeiro, com número limitado de 20 pessoas e, a princípio, uma vez por mês.
 
O programa, coordenado pelo professor Carlos H. Veiga, constitui-se de observações de corpos do Sistema Solar (planetas, satélites naturais, cometas, asteroides do cinturão principal). Também são observadas estrelas duplas, aglomerados de estrelas, nebulosas e galáxias brilhantes. Confira os astros a observar no dia.
 
Diferentemente das clássicas observações astronômicas para o público, é usado um sistema igual ao dos telescópios de grande porte.
 
Palestra - Antes das observações os participantes assistem a uma breve palestra na Coordenação de Astronomia e Astrofísica do Observatório Nacional sobre telescópios e alguns aspectos do céu.
 
As observações são iniciadas a partir do pôr-do-sol (ocaso), calculado para o local da observação. Portanto, para cada época do ano as observações terão seu início em horários diferentes. O período estimado de atividades vai das 17h às 21h.
 
Caso a meteorologia não seja favorável (tempo nublado ou com chuvas), depois da palestra o público visita as principais instalações do Observatório Nacional. Por exemplo, a maior luneta do Brasil e a Sala da Hora, de onde é transmitida a Hora Legal Brasileira, por meio de seus relógios atômicos.