ProfiCiência - informação sobre profissões em ciência Conheça as carreiras científicas
A Comissão Nacional de Olimpíadas de Matemática da SBM divulgou os nomes dos estudantes selecionados para representar o país na 26ª Olimpíada de Matemática do Cone Sul. O grupo de estudantes viaja no próximo dia 13 de maio para a cidade de Temuco no Chile. O evento, que acontece até o dia (18), conta com a participação das delegações da Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Equador, Paraguai, Peru e Uruguai.

Os integrantes da equipe brasileira foram selecionados entre os vencedores da 36ª Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM), realizada no ano passado. Os estudantes enfrentaram ainda um longo processo de seleção que incluiu a realização de provas e listas de exercícios, além de considerar a pontuação conquistada na disputa nacional.

Os quatro brasileiros que estarão na briga por medalhas são: Pedro Henrique Sacramento de Oliveira, de Vinhedo (SP), André Yuji Hisatsuga, de São Paulo (SP), Guilherme Goulart Kowalczuk, de Porto Alegre (RS) e Vitor Augusto Carneiro Porto, de Fortaleza (CE). Os estudantes serão liderados pelos professores Krerley Oliveira, de Maceió (AL) e José Armando Barbosa Filho, de Natal (RN).

"Participar deste tipo de competições é muito importante, pois permite aos estudantes mais jovens a oportunidade de ter um primeiro contato com o mundo das competições internacionais de matemática, além de proporcionar o convívio com estudantes de outros países que cultivam os mesmos interesses e também conhecer aspectos históricos e culturais de cada país organizador", explica o coordenador-geral da Olimpíada Brasileira de Matemática, professor Carlos Gustavo Moreira.

Os estudantes interessados em formar parte das equipes brasileiras que participam deste tipo de competições devem primeiro participar da Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM). A OBM ocorre anualmente nas escolas públicas e privadas em todo o país. As inscrições para participar este ano vão até dia 31 de maio na página: www.obm.org.br e devem ser feitas por um professor da escola.
 
A OBM é um projeto conjunto do Instituto Nacional de Matemática Pura Aplicada (Impa) e da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM). A iniciativa, que alcançou em 2014 mais de 564 mil estudantes e seus professores, visa estimular o estudo da matemática, contribuir para a melhoria do ensino no país, identificar e apoiar estudantes com talento para a pesquisa científica e selecionar e preparar as equipes que representam o Brasil em competições internacionais do gênero.

A OBM conta com o apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCTI), da Secretaria de Ciência e Tecnologia para Inclusão Social (Secis), do Ministério de Educação (MEC) por intermédio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), da Academia Brasileira de Ciências (ABC) e do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Matemática (INCT-Mat).

(OBM)